exposição o golpe do corte

———————————————————————————————————————————————————————

2005 / escrita / vídeo / ccbnb / fortaleza – ce

———————————————————————————————————————————————————————

O artista plástico Solon Ribeiro convidou alguns artistas para intervir em sua imensa coleção de fotogramas e  realizar trabalhos a partir dela. Assim, o vídeo A descoberta do amor foi criado num diálogo entre imagem (frame) e palavra (falas escritas), já que escolhi apenas fotogramas com legenda para “narrar” a saga, uma tanto cômica, do amor. O vídeo foi exibido na exposição O Golpe do Corte, realizada em 2005, noCentro Cultural Banco do Nordeste (CCBNB), em Fortaleza-CE.

Abaixo, a transcrição das legendas dos fotogramas utilizados no vídeo – os textos em vermelho são falas femininas e os em azul, falas masculinas. As indicações como V2 pg 89 correspondem à catalogação – um tanto enigmática – dos livros de onde os fotogramas foram selecionados.  As fotos da sala de exibição foram feitas pelo Armando Menicacci.

V2 pg 89 M: Toda a dramaticidade dos mais íntimos anelos de uma mulher.

V2 pg 58 H:… não poderá  ela buscar outro sentido para a vida?

Pg solta 1 M:… Tens que começar… com alguém.

V2 pg 72 M: Também sabe a história de Tristão e Isolda?

Pg solta 2 M: Não, a menos que seja atrevido!

V2 pg 56 H: Diga-lhe que entre

V2 pg 52 M: Juraria que vi este homem antes.

Pág solta 6 M: Vejo que assim é.

Pág solta 7 H: assim?

V2 pg 92 H: Se vc imagina que…

Pág solta 5 M: é doidinha por ele

Pág solta 3 M: admiro-o, gostaria de conhecê-lo bem.

Pág solta 3 M: agora compreendo

Pág solta 4 H: A filha dele me atrai muito…

Livro ÑA pg 11 Palhaço

Livro ÑA pg 12 H:… uma senhora que conheço. Sinto muito. Não sabia…

Livro ÑA pg 33 H e H: Está bom para família, não para mim.

V2 pg 54 H: Se eu estivesse…

V2 pg 56 M: Posso perguntar?

Livro ÑA pg 20 H: gostaria de saber.

V2 pg 58 M: Sou Madeleine Danzegler.

V2 pg 58 H: É verdade. A culpa foi de não nos havermos apresentado.

V2 pg 59 H: Não ficou com rancor?

V2 pg 60 M: Só a morte me impedirá disso!

V2 pg 62 M: Sim… o mais depressa possível

V2 pg 57 H: E acho que você também gosta de mim.

Livro ÑA pg 19 H: Você pode inspirar tamanho amor

Livro ÑA pg 49 M: Com este fuzil me sinto crescida.

Livro ÑA pg 49 H e M: Creio que compreendo.

Livro ÑA pg 32 H: Demais, temos que fazer agora.

Livro ÑA pg 30 H: Um tônico poderoso…

V2 pg 63 M: Tome um pouco de sopa de cevada.

Livro ÑA pg 2 H: Terei muito prazer em fazer isso.

V2 pg 71 M: mas custa tanto, crescer!

V2 pg 97 M: Não pode dizer-me o que aconteceu?

V2 pg 51 H: Ouça como vibra o bogó

V2 pg 63 H: Enfiados como se fossem pérolas.

V2 pg 95 H: Mas não é ouro o que eu quero.

V2 pg 63 H: Gambi!… mais depressa! Mais depressa!

V2 pg 81 H: Queremos chegar logo. Guiai-nos…

V2 pg 59 M:… na ilha do templo de Vishnui o deus do fogo

V2 pg 99 M: Encontrou afinal o que você tanto desejava?

Pág solta 6 M: Muito abafados

V2 pg 69 M: Lógica dos demônios.

V2 pg 75 H: Eu estou pensando em você!

V2 pg 74 M: E vê quanto eu te quero Oh! Bem amado!

V2 pg 74 M: Às vezes é prudente não revelar tudo.

V2 pg 67 H: … vilmente?

V2 pg 66 M: – Ou não gosta de mim?

V2 pg 89 H: Não leve tudo tão a sério.

V2 pg 85 M: “de boca deliciosa que deseja beijar”

V2 pg 84 M: Então, estou apaixonada! E não se deve censurar uma mulher apaixonada.

V2 pg 95 H: – Talvez.

V2 pg 84 M: “Como poderia imaginar, se és tão bonita.”

V2 pg 99 H: Não me pergunte nada.

V2 pg 71 M: Somos tão diferentes, querido. Foi isso o que eu compreendi.

V2 pg 66 H: – Não aconteceu nada… Não se preocupe

V2 pg 58 M:… mesmo a dor da ausência do ente amado.

V2 pg 61 H: Não prometi casar-me com você!

V2 pg 53 M: Então fazem discursos.

V2 pg 88 M: Sim, já sei… Digo-te saudoso adeus…

V2 pg 77 M: Pena! gostava tanto quando você vinha dizer adeus.

V2 pg 60 M: Desculpe. Já começa a aprender…

Pág solta 8 H: Seus pecados levaram-na à loucura

V2 pg 69 M: Já sei. Mandaram-na vir aqui para ver se estava bem.

Livro ÑA pg 9 H: Deixe terminar. Mas mande cercá-lo

V2 pg 91 M: Eu me rio do mundo, que afinal, não é eterno.

Anúncios